O que é e como funciona uma Unidade de Terapia Intensiva?

Tempo de leitura: 3 minutos

O que é uma UTI?

UTI significa Unidade de Terapia Intensiva e é uma área restrita dentro do hospital voltada ao atendimento de pacientes que necessitam de maiores cuidados e monitoramento 24 horas por dia. A UTI oferece suporte avançado à vida, por isso é dotada de tecnologia, profissionais de diferentes especialidades e com condições para atuar imediatamente frente à complicações e ocorrências indesejadas.

Em uma UTI, além de pacientes com quadros graves, também são assistidos aqueles que passaram por grandes cirurgias e estão sob risco elevado de complicações e que, por isso, necessitam de vigilância constante. Assim como pessoas em fase pós-operatória de cirurgias menores, mas que, por enfermidades associadas, como por exemplo diabetes e hipertensão, podem sofrer algum tipo de complicação.

Por dispor de mais recursos do que enfermarias e apartamentos, bem como de profissionais capacitados em diversas áreas, a UTI é considerada uma etapa fundamental no tratamento de casos mais graves ou mais complexos.

Como funciona uma UTI?

As UTIs são classificadas de acordo com a idade do paciente (Neonatal, Pediátrica e Adulta) e com a especialidade médica (Cardiológica ou Coronariana, Cirúrgica, Neurológica, Transplante, dentre outras).

A equipe de uma UTI é composta por médicos, enfermeiros, psicólogos, assistente social, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, farmacêuticos e técnicos em enfermagem que prestam assistência aos pacientes.

Diariamente, os pacientes são submetidos a exames e avaliações clínicas para que se possa analisar a resposta ao tratamento. E assim, cada paciente recebe uma terapia personalizada, conforme seu caso e sua evolução.

Os pacientes também ficam conectados a aparelhos capazes de reproduzir ou monitorar as funções essenciais à vida, como respiração, circulação, alimentação e etc. Por isso, respiradores, monitores cardíacos, sondas, bombas infusoras e diversos outros aparelhos são usados na unidade.

Embora a UTI seja um ambiente restrito, as visitas são permitidas diariamente em determinados horários, conforme os padrões de cada hospital e de maneira que não interfira na segurança dos pacientes. Os visitantes precisam ser previamente autorizados, bem como passar pelo processo de higienização para evitar contaminações – há casos específicos em que o visitante precisa usar luvas, toucas e outras itens de proteção.

Os visitantes recebem informações sobre o quadro clínico, tiram dúvidas e o mais importante: estabelecem contato com o paciente, o que ajuda a reduzir  stress e ansiedade, contribuindo para uma melhor resposta ao tratamento.

As UTIs Intensicare

A Intensicare é a maior especialista em gerenciamento de Unidades de Terapia Intensiva do Brasil, com UTIs instaladas em 7 estados e no Distrito Federal. O nosso negócio é levar a hospitais privados e públicos  serviços médicos de qualidade reconhecida, com resultados consistentes e satisfação dos usuários.

Ao longo de 10 anos de atuação no mercado, já salvamos mais de 34 mil vidas e o índice de satisfação dos pacientes Intensicare é acima da média brasileira. Somos pioneiros no uso da telemedicina em UTIs e nossas unidades neonatal, pediátrica e adulta contam com tecnologia, profissionais altamente qualificados e atendimento humanizado, visando sempre o paciente em primeiro lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *